Interface gráfica do usuário: o que é e para que serve?

Se você está curioso sobre o mundo da computação e já ouviu o termo GUI, é normal que se pergunte o que é GUI ou Interface Gráfica do Usuário e para que serve? Portanto, diremos do que se trata de forma rápida e completa.

Entre as partes mais importantes de um programa de computador, está sua interface gráfica. Porque fornece todas as informações para o uso correto do programa ou sistema em que você está trabalhando, e serve como um guia visual para dar uma sensação de conforto a quem o utiliza, dependendo do sistema que estivermos utilizando teremos um interface mais complexa ou simples. Isso pode ser muito apreciado nas diferentes versões do Linux , onde cada uma possui diferenças visuais.

Índice

    O que é GUI?

    A assim chamada GUI , é a parte gráfica de um sistema operacional ou programa. Esta é uma parte vital dos programas de computador, bem como dos sistemas operacionais, e varia de um para outro. Isso é facilmente perceptível quando usamos o Linux, porque cada versão do Linux tem uma seção gráfica diferente, o que as torna exclusivas umas das outras.

    Normalmente quando você pensa em uma GUI, uma série de menus e objetos intuitivos vêm à mente , nos quais podemos saber o que o App tem, bem como identificar para que serve cada botão ou caixa. A sua utilização tem sido cada vez mais necessária, pelo que actualmente existem muito poucos programas que não incluem interface gráfica.

    Além disso, essa interface teve um grande número de variantes, de modo que cada empresa ou desenvolvedor cria sua própria GUI. Isso porque é uma forma de dar personalidade e originalidade ao projeto. Empresas como Microsoft e Apple são exemplos claros de interfaces gráficas exclusivas.

    Casos como o Windows são particulares, pois cada versão de seu sistema operacional possui sua própria interface gráfica. No entanto, todos eles têm uma certa relação entre si, por isso é possível fazer com que uma versão recente do Windows pareça mais antiga ou vice-versa.

    Recursos GUI mais importantes

    • Quando usados, eles fornecem grande flexibilidade entre os dispositivos de entrada.
    • Eles têm facilidade de compreensão no uso e aprendizado
    • Possuem telas de alta resolução para melhor manuseio e visibilidade.
    • Fornece várias respostas visuais às ações do usuário.
    • Mantêm um design ergonômico, com funções, barras e menus específicos.
    • As operações de execução instantânea serão feitas de maneira muito eficaz.
    • Contém elementos considerados interface padrão, como o menu.
    Leia  Como transferir ou adicionar jogos da Epic Games para o Steam - rápido e fácil

    Quais elementos uma interface gráfica do usuário deve ter?

    Por si só, as partes de uma interface gráfica podem variar em cada uma, então geralmente não encontramos duas iguais, a menos que sejam rastreadas. As partes que os compõem são principalmente objetos e barras.

    No caso das barras, são amplamente utilizadas para colocar vários ícones para determinadas tarefas. A maioria deles também contém texto, o conteúdo também pode variar dependendo de sua posição. Se estiverem no início de uma janela, podem expressar o nome do programa.

    E no caso dos botões, existem muitos tamanhos e formas , por isso é comum ver símbolos ou imagens que representam algo em particular. Um exemplo disso pode ser o botão Iniciar, que geralmente é o indicativo do sistema que estamos usando.

    Quais são os tipos de GUIs existentes?

    • Interface de linguagem natural , permite manter a comunicação entre pessoas e máquinas, utilizando uma linguagem natural ou do dia-a-dia, o que significa que não é necessário ter habilidades para controlá-la.
    • Interface de perguntas e respostas , esta é uma das mais utilizadas, basicamente o computador em sua tela origina uma pergunta, e o usuário digita sua resposta.

    Para que serve a GUI na computação?

    O principal objetivo da GUI é conectar o usuário com o programa, de forma agradável e compreensível por todo o público. Ou seja, é uma forma de interpretar o código contido em um programa, ou que está por trás de cada uma de suas funções.

    Desta forma, você não precisa ter conhecimento de informática para usá-lo, nem precisa saber ler código de programação. O uso que tem em geral é apreciado em sistemas operacionais, pois se um sistema não possui pelo menos uma interface simples. Este não terá muito público, já foi demonstrado que a interface gráfica pode fazer a diferença entre um sistema que é amplamente utilizado ou não.

    No nosso dia a dia, podemos observar como usuários independentes desenvolvem novas GUIs, especialmente projetadas para um sistema operacional específico. Isso pode ser útil se você está cansado de ver seu computador sempre da mesma maneira.

    Leia  Como silenciar as histórias de uma pessoa no Instagram sem bloqueá-las?

    As GUIs estão disponíveis para todos os computadores, incluindo os mais simples ou mais antigos. Um exemplo disso é ao instalar um tema leve no Windows. Assim, o equipamento pode ficar muito mais fluido e não perde estética.

    Vantagens e desvantagens das interfaces de usuário

    Entre as vantagens temos:

    • Facilita o manuseio de alguns procedimentos que iremos realizar.
    • Cada um de seus comandos pode ser visível na tela por meio de uma imagem representativa específica.
    • Ele contém mecanismos de controle, como caixas de diálogo e janelas.
    • Permite uma interação mais eficiente entre o usuário e o sistema .

    Entre as desvantagens:

    • Use mais recursos desse sistema.
    • Eles têm um custo mais alto.

    Requisitos para fazer uma interface gráfica do usuário

    • Com design orientado para um objetivo específico , isso significa que cada uma das páginas a serem feitas deve ter uma boa estrutura e, claro, cada um dos elementos deve manter uma função totalmente clara.
    • Use sempre a simplicidade , ou seja, escolha designs simples e fáceis de entender.
    • Consistência , use vários elementos gráficos, e também que os componentes sejam bem coesos entre si.
    • Uma interface também deve manter as atualizações de lado , caso haja erros ou alterações.
    • É muito importante usar fontes de tamanho adequado , de fácil compreensão, assim como as cores nos textos.

    Etapas para criar uma GUI do zero

    • Em primeiro lugar, devemos pensar na experiência que o usuário deve ter , aqui você tem que ver a questão da interação, para saber que tipo de design ele gosta.
    • Manter um design simples é a melhor opção para criar uma interface de usuário do zero, colocando recursos e elementos que estão apenas na maior necessidade possível.
    • É melhor colocar rótulos ao lado dos ícones que vamos usar.
    • No momento do design, uma hierarquia visível para o usuário também é boa e, claro, esse design deve ser eficiente.

    Como fazer uma interface gráfica usando Matlab

    • Devemos principalmente iniciar o GUIA , para isso, podemos entrar através da opção 'arquivo' no Matlab, clicando em 'novo' e depois em 'GUI'.
    • Depois disso, será apresentada uma janela pop-up ou caixa, com várias opções, que corresponde à página inicial da GUI.
    • Em seguida, escolhemos o design com o qual vamos trabalhar , onde veremos uma quantidade de botões e rótulos à sua escolha.
    • Assim que tivermos nossa GUI organizada, usando os controles gráficos, podemos arquivá-la e nosso trabalho estará concluído.
    Leia  Como usar as ferramentas de correção do Photoshop, pincéis e patches

    Como estão as interfaces de usuário das páginas da web

    A interface de uma página web, em si, é o conjunto de gráficos que permite ao usuário visualizar a apresentação do site e, portanto, navegar por ele.

    Normalmente as interfaces nestas páginas são rápidas e precisas , mantendo um design padrão, para que o acesso às mesmas seja muito mais confortável.

    A interface nas páginas da web permite um conteúdo de melhor qualidade , para que a interação seja fluida e bem sucedida. Porém, há casos em que algumas interfaces exigem tantos recursos do nosso navegador, que acabaremos com uma tela congelada.

    Em relação ao exposto, podemos testemunhar quando usamos alguns aplicativos da web, como o Facebook. Pois bem, sua interface é tão completa e dinâmica que torna nossa experiência um conforto total. Claro, isso só é possível nos casos em que temos os recursos necessários para poder executar totalmente esta interface .

    Caso contrário, nossa experiência será bastante decepcionante . É por isso que algumas aplicações web possuem sua versão 'light' para navegadores com poucos recursos. No caso do Facebook, também contamos com uma interface bastante simples, na qual podemos ter uma boa experiência em equipes com poucos recursos.

    Alguns exemplos de uma interface gráfica do usuário

    • Os tocadores de música são um ótimo exemplo de interface gráfica do usuário, pois permitem o uso das várias teclas, além de realizar movimentos com o mouse ou mouse.
    • Outro exemplo é quando entramos em páginas da web que contêm 'captcha', ele também faz parte das interfaces.
    • O famoso jogo 'Tetris' é outro exemplo muito bom para compreender melhor, pois é uma aplicação para nos entretermos.
    • O explorador de arquivos , que contém várias apresentações, semelhante ao Windows explorer.

    Comments for this article have been closed.

    Go up

    Usamos cookies para fornecer a melhor experiência na web. Se você continuar a usar este site, iremos recrutar. Mais informação